Guia definitivo para preparar a xícara de chá perfeita

Guia definitivo para preparar a xícara de chá perfeita

Preparar uma xícara de chá é uma tarefa simples e que não exige habilidades extraordinárias. Mas pequenos ajustes na técnica, ou até mesmo nos utensílios, pode trazer mais sabor e qualidade no resultado final.

Não estou aqui para trazer regras e condenar quem não segui-las, são apenas orientações que podem te ajudar a tirar o máximo proveito. No final do dia, cada um tem a sua forma favorita e o que realmente importa é você curtir o seu momento.

Tutorial básico:

Vamos começar com o básico. Preparar o chá de folhas soltas não é complicado e não faz bagunça. Com um pouco de amor e atenção, você será um expert rapidinho.

O que você vai precisar:

  • Um infusor ou uma peneira 
  • Sua caneca favorita
  • Uma colher de chá 
  • O chá de sua escolha

Você não precisa de nenhum equipamento especial para preparar a xícara de chá perfeita. É possível sim ir além, utilizando uma balança para medir, por exemplo. Se você não tem um infusor, não tem com o que se preocupar, com certeza você tem uma peneira dando sopa na sua cozinha.

Passo a passo:

  1. Adicione uma colher de chá (entre 2 a 3g) no infusor ou, na falta de um, diretamente na xícara.
  2. Preencha com água na temperatura correta (veja o guia abaixo).
  3. Deixe infusionar, tampado, pelo tempo recomendado (veja o guia abaixo)
  4. Após infusionar pelo tempo correto, retire o infusor (ou coe utilizando a peneira).
  5. Divirta-se com o seu chá quentinho.

Viu como é simples? 

Ah, e é sempre importante retirar as ervas do contato com a água. Deixar em infusão enquanto você bebe irá deixar o seu chá amargo e muito forte, te explico o porquê no próximo tópico.

Tempos e temperaturas:

Você com certeza já disse – ou ouviu alguém dizendo – que não gosta de chá verde porque ele é amargo. E se eu te disser que na verdade o chá verde pode ter um perfil doce e frutado?

As folhas do chá (Camellia sinensis) possuem taninos de sabor amargo, por isso, quanto maior a temperatura da água e também o tempo de infusão, maior a extração de amargor. É importante ter sempre isso em mente ao preparar o seu chá. Tempo e temperaturas variadas extraem diferentes componentes de sabor. Sabores doces e mais aromáticos são liberados por volta dos 60ºC, enquanto o amargor e a adstringência dos taninos, é liberada a partir dos 80ºC – ou seja, se você fizer o seu chá verde com água fervente, tudo o que você perceberá será o amargor.

Resumindo então, o chá verde, deve ser preparado com água entre 70ºC a 80ºC e um tempo de infusão de 2 a 3 minutos no máximo. Extrapolando esse tempo e temperatura, a extração de amargor é intensificada e o chá vai ficar difícil de ser consumido.

Conforme você vai ficando expert no preparo, é possível também compensar a relação entre tempo e temperatura, como por exemplo, ao usar água mais quente, diminuir o tempo de infusão. Mas é importante ter em mente que temperaturas menores e tempos maiores extraem mais sabor. Pode parece confuso, mas com o tempo você pega a prática.

Na criação dos blends da Chávena, essas variações são testadas à exaustão para que você extraia sempre o melhor de cada chá e infusão. Seguindo as instruções da embalagem ou do guia abaixo você sempre terá xícara de chá perfeita.

Tipo de cháTempoTemperatura
██ infusões4 a 6 minutos90ºC a 100ºC
██ mate tostado4 a 5 minutos90ºC a 100ºC
██ mate verde2 a 4 minutos80ºC a 90ºC
██ chá verde2 a 3 minutos70ºC a 80ºC
██ chá preto2 a 4 minutos80ºC a 95ºC
██ puerh2 a 4 minutos90ºC a 100ºC
██ rooibos3 a 5 minutos95ºC a 100ºC

Como descobrir a temperatura da água sem termômetro?

A teoria é muito romântica, mas e aí, como descobrir a temperatura se você não tem uma chaleira elétrica ou um termômetro? Não é complicado, observando as bolhas que se formam no fundo da água ao ser esquentada, é possível descobrir a temperatura sem muito mistério:

Açúcar? limão? leite?

Em regras gerais, o chá é seu, seja livre.

Mas como estou aqui para ensinar, vou contar um pouco sobre esses três elementos.

Como mencionei acima, existem tempos e temperaturas corretas para cada tipo de chá ou infusão. Usando as temperaturas adequadas, é bem provável que seu chá não precise de açúcar. A tradição do chá com açúcar teve origem em partes da Europa e Rússia como forma de mascarar o amargor de alguns chás de baixa qualidade. É completamente cultural, e utilizado até hoje. O chá preto turco – a bebida mais consumida na Turquia – é um exemplo sempre consumido com bastante açúcar.

A tradição do chá preto com leite é britânica e não existe uma explicação, e sim várias teorias: desde prevenir que a porcelana craquele ou fique manchada, até benefícios para a saúde. O masala chai, por exemplo, o blend indiano mais conhecido, é culturalmente feito com leite e açúcar. É britânico também o costume de adicionar uma fatia de limão ao chá preto.

Os extras no seu chá são sempre uma preferência pessoal ou cultural, fique à vontade para testar e fazer do seu jeito! E se eu puder dar mais uma dica é: experimente uma infusão de Rooibos com um splash de leite de coco, essa combinação harmoniza perfeitamente.

Indo sempre além:

Eu poderia encerrar esse guia por aqui, mas quero ir um pouco mais além, dando algumas dicas extras que podem fazer toda a diferença na sua xícara de chá:

  • Uma relação importante de ter sempre em mente é a quantidade de erva para cada preparo. O mais utilizado é 1g de chá para cada 100ml de água. Seguindo essa regrinha, fica fácil descobrir quanto de erva utilizar para preparar qualquer quantidade. Uma colher de chá tradicional comporta entre 2 e 3g. Mas nem sempre dá pra seguir à risca, alguns chás são mais volumosos ou mais leves, e é aqui que os mais dedicados (eu!) resolvem comprar uma balança.
  • Repare na capacidade da sua xícara ou caneca ao preparar o seu chá. Uma xícara de chá tradicional tem 200ml, uma caneca, aproximadamente 300ml.
  • Utilizar água quente para enxaguar a sua xícara antes do preparo do chá é uma forma de evitar que o choque térmico faça com que a temperatura caia durante o preparo e também uma forma de manter o chá quentinho por mais tempo.
  • Tampar o chá no processo de infusão é importante porque assim os aromas voláteis do chá não fogem, deixando o seu chá mais gostoso. 80% do nosso paladar vem do olfato, deixar os aromas fugirem irá influenciar no resultado final.
  • Infusões (flores, folhas de outras espécies, raízes, sementes e caules) são mais resistentes à temperaturas, mas isso não significa que não tem como errar o preparo e deixar o resultado fora do esperado. É preciso tomar cuidado com alguns blends que contém cascas de cítricos ou hibisco, que podem ficar amargos ou super adstringentes caso a infusão passe do tempo recomendado.
  • Cada pessoa gosta do seu chá de um jeito. Usar uma quantidade maior (ou menor) de erva ou preferir temperaturas maiores irá impactar diretamente na “força” da sua xícara de chá. Teste e descubra o seu modo favorito. Se você gostar de tomar chás pretos com leite, por exemplo, é importante que ele esteja um pouco mais concentrado para que a adição do leite não deixe o seu chá sem sabor.

Quer fugir das regras todas? Fuja! Seja livre! Mas conhecer as diversas variáveis que fazem uma xícara de chá vai te dar muito mais autonomia para quebrar regras com maestria. A xícara de chá perfeita é a que você quiser.

Comentários (4)

  1. Elaine Cristine
    3 de agosto de 2021 at 16:23 pm

    Ficou alguma dúvida? Manda aqui nos comentários que eu estou de olho e em breve te respondo 🙂

  2. Schmitz
    10 de agosto de 2021 at 21:57 pm

    Caramba, aprendi muito com esse post! Nada como uma especialista para ensinar todos os macetes preciosos. Obrigada!

  3. Schmitz
    10 de agosto de 2021 at 22:01 pm

    Ah, fiquei com uma dúvida. Quando você falou do tempo das infusões, aqueles que não levam hibisco ou frutas cítricas poderiam ficar mais tempo na água do que os 4 a 6 minutos que aparecem na tabela?

    1. Elaine Cristine
      11 de agosto de 2021 at 09:58 am

      Pra esses é melhor ficar nos 4 minutos e não extrapolar muito, senão amarga mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *